img 1

Para esta família foi fácil imaginar, como seria perfeito, o próximo Natal na casa nova.

Esta é a história de um casal, residente em Lisboa e que tentava comprar casa no Montijo.

Ela é advogada a recibos verdes e ele um trabalhador sem rendimentos declarados.

Quanto à viabilidade de crédito habitação, a perspetiva não era das melhores. Um casal, onde só um trabalha, a somar ao facto de ser a recibos verdes (embora com um bom rendimento e com alguns anos de vínculo à profissão) onde a maior vantagem era a existência de fiadores. Os pais.

Contudo, as boas notícias chegaram! Crédito aprovado no NOVO BANCO.

Casa escolhida. Um moderno T2 no Montijo, onde para esta família foi fácil imaginar, como seria perfeito, o próximo Natal na casa nova. Ansiosos por partilharem com a família a casa pretendida, foi feita uma nova viagem rumo à margem sul do Tejo, desta vez acompanhados pelos pais.

Imprevistos acontecem.

Descontentes e discordantes com a escolha do local, não só não chegaram a não ver a casa como também desistiram da ideia de serem fiadores da filha. Fazendo assim, cair por terra, a concretização deste sonho.

Para esta advogada, era quase palpável todo o cenário de um Natal perfeito naquela casa, onde desde o primeiro segundo, sabia onde e como colocaria a árvore de Natal e ao partilhar connosco essa fantasia, percebemos que tinha encontrado ali, a sua CASA IDEAL.

Era importante encontrar um plano B. A hipótese de serem os sogros os fiadores, deixava-os novamente mais próximos do sonho de adquirir um imóvel novo.

Os pais dele são de Coimbra. O pai, no alto dos seus setenta e tal anos de idade, reformado do exército e com uma situação financeira confortável. Viagens para cá e para lá. Documentos e papeis sem fim, onde nem sempre as novas tecnologias facilitaram o envio de toda a documentação que o banco solicitava. Foi preciso manter o foco e a esperança que tudo ia valer a pena.

No decorrer do processo, a avaliação não foi a que esperávamos. Não foi atingido o valor pretendido e por essa razão, o spread disparou devido ao valor de financiamento ser agora mais elevado. Contudo, mais uma vez se conseguiu o inesperado, o LTV (valor financiado pelo banco) superior, com o mesmo spread.

Com tantos contra-tempos, esta família foi considerando tudo isto uma luta inglória, desacreditando dia para dia.

Da nossa parte, confessamos que não foi um processo fácil, mas deu-nos um gosto gigante e muito especial, sentar-nos do lado deste casal no dia da tão esperada escritura e vê-los a realizar o tão desejado sonho. De sorriso na cara. Felizes. Eles, certos de que valeu a pena nunca terem desistido e nós, certos, de que vale sempre a pena nunca desistirmos de histórias assim.

E porque estas histórias são feitas de pessoas, de sonhos, de realizações pessoais e porque acreditamos que estar atentos faz toda a diferença, oferecemos uma bola para enfeitar a tão sonhada árvore de Natal. Passado algum tempo, recebemos uma foto da árvore onde nos perguntavam se reconheceríamos a bola que lhes tínhamos oferecido. E não é que, não só reconhecemos, como rapidamente identificámos?

Ficámos de coração cheio. Felizes por sabermos que a CASA IDEAL esteve presente, na concretização do sonho desta família. É por esta razão, que tudo isto vale a pena e nos dá alento, para sermos melhores todos os dias.

A equipa, CASA IDEAL.

Os serviços

Apoio Jurídico

Certificação Energética

Procura apartamento, moradia, loja, escritório
ou outro?

Escolha aqui a sua CASA IDEAL! fale connosco